SEGUIDORES

22 julho 2014

A NATUREZA SEMPRE SE SUPERA... (ESTADÃO)


ROBSON MORELLI (ESTADÃO) MUITO CERTO, ALIÁS


































LAVE V. SUA LOUÇA... ( BLOG DANIEL MARTINS DE BARROS / ESTADÃO)









UMA POESIA EM TOM DE DESABAFO ISABEL VIEIRA, UMA PORTUGUESA

Acertos                                                        ISABEL VIEIRA   
Algures, no tempo ou no deserto de que falam tantos, anuncio O grito que me sobra na alma, ainda que eu não saiba o que lá devia estar.Grito, sim, entre a paz e a espada. Entre os versos do Corão, o Talmude ou a Bíblia Sagrada Entre os escravos de Verdi, o êxodo, e a canção que não sei se foi cantada. Grito e gritarei, mesmo só, ao som dos bramidos do mar Que me quebra como se eu fosse uma concha desgarrada Que se perde por aí em grutas e rochas escarpadas.Não tolero o grito sem medo e sem revolta  Sem me desventrar ou correr como uma corça Que se dessedenta à tardinha ou pela madrugada. Não me digam que o caminho tem asas de condor Que o amor é a fonte de vida e o calor Quando o mundo morre de guerras e de fome. Grito e gritarei pelas minhas próprias palavras Por aquelas que tenho guardadas desde o ventre da minha mãe. Hei-de tecer ao luar a minha manta de retalhos O meu cobertor de lã e todos os agasalhos Que se desprendem da noite logo que eu fique em paz. Não quero palavras ocas nem promessas de vida eterna Companhia de amigos e de abraços, só se eu der o primeiro passo  Quando nada do que  se apregoa é de graça. Nada me interesse que não seja o cerne de que sou feita A eira de milho ou a esteira de junco que cresceu rente às águas Aquelas que todos rejeitam, mas que são elas o meu sentido de mar. Nasci e cresci com o grito que ainda não dei Com o estigma que os outros cravaram em mim e que só agora sei E que só deixei na ingenuidade e na crença em promessas de contos de fadas. Se viver com este grito for anátema  E se cisternas vazias não poderem conter a minha alma escancarada Que seja o poço de Jacob a minha morada.

21-07-2014                                                                   Isabel Vieira




UTILÍSSIMO SITE: "PALAVRA CERTA" V, SEMPRE APRENDE OU LEMBRA DE ALGO!


































Foto

Foto

Foto: Compartilhe com os amigos para que eles não errem
→ Curta Palavra Certa - Dicas da Língua Portuguesa

É MUITO DINHEIRO PARA QUEM NOS DÁ TÃO POUCO...VAMOS PENSAR?



















Alguma coisa tem
Deputados e senadores custam mais de R$ 1 bi por ano
Conheça os salários e benefícios a quem tem direito um parlamentar, desde o telefone celular à gasolina para o carro oficial. Até outubro, quando vão trabalhar apenas quatro dias, eles vão custar R$ 228 milhões. Clique para ver a íntegra das despesas. http://bit.ly/1p2UsB7


TOLINHO...ELES VÃO DEIXAR DE FATURAR ANUALMENTE "TODOS" OS VEÍCULOS?! (CARTAS DE O GLOBO)


A CASA ESTÁ COM ZUENIR...(COLUNA ANCELMO GOIS - O GLOBO)


AS ENCHENTES DA PRAÇA DA BANDEIRA...(ANCELMO) (OGLOBO)


A MODA EM ASCENSÃO...


21 julho 2014

QUAL DELES REPRESENTA VOCÊ?

Eleições 2014: Qual deles representa você?

De olho nas ruas, os três principais candidatos adotam o discurso da mudança. As pesquisas mostram que a eleição de outubro será bem mais equilibrada

DIEGO ESCOSTEGUY, COM REPORTAGEM DE ALINE RIBEIRO
18/07/2014 21h59 - Atualizado em 18/07/2014 22h15
Kindle
Share

Capa home - edição 842 (Foto: reprodução)

O dia 5 de outubro de 2014 começou cedo. Começou em junho de 2013, quando os brasileiros, antes de ir à urna, resolveram passar primeiro na rua. Num fenômeno tão surpreendente e súbito quanto tectônico, mais de 1 milhão de brasileiros, distribuídos por 388 cidades, redescobriu, após décadas de letargia, que política não se faz apenas no dia da eleição. Não se faz apenas sozinho, com o voto. Faz-se também com os outros, usando a voz, o corpo e as emoções compartilhadas na multidão. As demandas eram variadas, e os gritos difusos. Mas a mensagem, uma só: isto que aí está – a política tradicional – não nos representa. Eram protestos contra tudo e contra todos, resultado de insatisfação, raiva, angústia, sentimentos acumulados em anos e anos. Aqueles dias de junho desnudaram uma crise até então silenciosa. Havia uma ruptura entre eleitores e eleitos, na essência da democracia. O dia que começou em junho definirá as eleições que acabam em outubro, sob o signo da mudança que o Brasil pede. Os três principais candidatos à Presidência tentarão se apresentar como o novo, em contraponto ao velho, aos vícios da política que o brasileiro tão bem conhece.
Esse desejo de mudança aparece em todas as pesquisas. Há um mês, 74% dos entrevistados pelo Datafolha disseram querer mudanças nos rumos do país. Em agosto de 2013, o Ibope detectou que a confiança dos brasileiros nas instituições caíra 7 pontos em relação a 2012. A pior queda foi na confiança na presidente da República, de 63 para 42 pontos, numa escala de 0 a 100. O governo federal também registrou queda expressiva, de 53 para 41. As instituições que registram o pior índice são os partidos políticos (de 29 para 25 pontos) e o Congresso (de 36 para 29 pontos). Um histórico dos últimos 25 anos, levantado pelo Datafolha, mostra que a soma entre os eleitores que pretendem votar em branco, nulo ou estão indecisos nunca foi tão alta a essa altura da disputa presidencial. Na eleição de 2002, em maio, não atingia 10%. Em maio deste ano, bateu os 24% e, na pesquisa divulgada na última quinta-feira, acumulou 27%. O número médio de indecisos desde 1989 era de 9% nas pesquisas. Nesta semana, chegou a 14%. A mesma pesquisa mostrou que as eleições de 2014 serão bem mais disputadas do que se imaginava. Há um ano, Dilma Rousseff parecia caminhar para uma vitória tranquila, talvez até no primeiro turno. Agora, a série histórica  mostra que um segundo turno é mais provável (leia os quadros na página 32). Num segundo turno, a briga pode ser duríssima. Na pesquisa do Datafolha divulgada na última quinta-feira, Dilma Rousseff aparece em situação de empate técnico com Aécio Neves numa das simulações de segundo turno. Em outra simulação, envolvendo Dilma e Eduardo Campos, a diferença é de 7 pontos percentuais – nunca foi tão pequena desde que começaram as pesquisas. Espera-se uma campanha cheia de emoções, lances dramáticos e eventuais golpes sujos. Com um complicador. Antes de 5 de outubro de 2014, houve junho de 2013. E cada candidato terá de provar que, mais que os outros, entendeu o sentimento das ruas. 

CONVÉM FICAR DE OLHO: ELA ARMA MESMO

Suzane von Richthofen é internada após acidente em cela

Redação/RedeTV!
Suzane foi condenada por participar do assassinato de seus pais em 2002 (Foto: Divulgação)
A condenada Suzane von Richthofen foi encaminhada ao Hospital Regional deTaubaté na noite de domingo (20). Ela sofreu um acidente na cela onde cumpre pena na Penitenciária Feminina de Tremembé, no interior do estado de São Paulo. Suzane foi considerada culpada e condenada a 39 anos de prisão por participar do assassinato de seus pais em 2002.

"Ela dirigiu-se à porta da cela onde estava para falar com uma funcionária, quando escorregou e caiu de costas no chão, batendo a cabeça. A direção foi comunicada pela servidora que presenciou o acidente e acionou o resgate, pois a presa não conseguia se levantar, alegando muita dor de cabeça" divulgou a Secretaria de Administração Penintenciária (SAP) em nota.

Suzane retornou à prisão às 2h desta segunda-feira (21), após passar por exames e receber medicação. A jovem está em observação no setor de saúde da unidade penintenciária.

REINALDO AZEVEDO: NÃO É PREOCUPANTE?...

Entrevista de Dilma à Al Jazeera pode indicar um princípio de rompimento da presidente com a realidade. Preocupante!

 

O povo brasileiro ainda nem se refez do maior vexame em cem anos do futebol brasileiro, e eis que ressurge Dilma Rousseff, no noticiário, a dar uma opinião: segundo ela mesma, o povo brasileiro deveria lhe dar um segundo mandato. A afirmação foi feita em entrevista à TV Al Jazeera, do Catar, aquela emissora que pertence a um tirano influente e que costuma sair por aí insuflando revoltas árabes — menos no Catar, é claro, que, de resto, financia extremistas mundo afora. Mas sigamos.
Disse a governanta: “Eu acredito que o povo brasileiro deve me dar oportunidade de um novo período de governo pelo fato de que nós fazemos parte de um projeto que transformou o Brasil”. E prosseguiu: “O Brasil tinha 54% de sua população entre pobres e miseráveis em 2002. Hoje, todos aqueles que vivem na classe C para cima representam 75%, três em cada quatro brasileiros. Nós transformamos a vida dessas pessoas. O Brasil mudou de perfil e foi feito isso com a democracia vigente”.

Por esse especioso raciocínio de Dilma, o Plano Real, por exemplo, que pôs fim à hiperinflação não mudou o Brasil — o mesmo Plano Real contra o qual o PT lutou bravamente. Mais do que isso: recorreu ao Supremo contra ele e também contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Quanto a essa tal classe C, já passou da hora de desmistificar essa falácia.

O oficialismo inventou a tal nova classe média. Segundo a SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos), são as famílias com renda per capita, atenção!, entre R$ 300 e R$ 1.000. Um casal cujo marido ganhe o salário mínimo (R$ 724) — na hipótese de a mulher não ter emprego — já é “classe média” — no caso, baixa classe média (com renda entre R$ 300 e R$ 440). Se ela também trabalhar, recebendo igualmente o mínimo, aí os dois já saltarão, acreditem, para o que a SAE considera “alta classe média” (renda per capita entre R$ 640 e R$ 1.020). Contem-me aqui, leitores, como vive e onde mora que tem renda per capita de R$ 640! O aluguel de um único cômodo na periferia mais precária não sai por menos de R$ 250… Segundo a SAE, renda per capita acima de R$ 1.020 já define classe alta. !!!!!!!!! Na minha casa, somos da classe alta os que aqui moramos e a nossa empregada, além de todos os porteiros do prédio.

Desde que chegou ao poder, o PT vem se dedicando, já escrevi aqui, com a preciosa colaboração teórica dos chamados “economistas da pobreza”, a criar a classe média por decreto e a erradicar a miséria por decreto. Dilma está a um passo de declarar o Brasil um país “sem miseráveis”. Está por um triz! E como isso foi feito? Inventou-se a existência de milhões de pessoas que estariam na “pobreza extrema”, as famílias com renda per capita de até R$ 70 mensais — R$ 2,33 por dia. Caso se faça um levantamento a sério, vai-se constatar que essas pessoas até podem existir no campo (e olhem lá!) — na cidade, não! Na zona rural, acabam sobrevivendo porque, ainda que precariamente, produzem parte do que comem. Nas cidades, fazendo bico aqui e ali, a renda é maior do que isso. Muito maior! Mesmo a daqueles oficialmente listados entre os extremamente miseráveis. Os pobres desgraçados do crack, que já estão sem casa, sem calçado, quase sem roupa, têm renda superior a R$ 2,33 por dia. Sabem por quê? Cada pedra custa de R$ 5 a R$ 10! O que estou dizendo é que existe uma economia informal que eleva essa renda. A propósito: se formos considerar o número de pedras consumidas nas cracolândias da vida e o que isso significa em termos de renda, vamos concluir que aquela gente que vaga como zumbi pelas ruas compõe a classe média alta, segundo o oficialismo. É uma piada!

Maluquice
A presidente entrou numa espécie de surto megalômano. Ela reconhece as dificuldades econômicas do país e afirma: “Temos tomado todas as medidas para entrar em um novo ciclo. Temos que melhorar a produtividade da economia brasileira. Nós estamos numa fase de baixa de ciclo econômico, mas sabemos que vamos entrar em outra fase do ciclo. Estamos nos preparando para melhorar a competitividade do país, aumentar as condições pelas quais nós vamos poder enfrentar essa nova etapa. Se não entrar para o resto do mundo [fase econômica], eu lhe asseguro que entra para o Brasil”.

Heeeinnn?

A presidente inventou o Brasil como uma ilha. Há uma boa possibilidade de o país crescer menos de 1% neste 2014, e a nossa soberana, ora vejam, diz que, se o resto do mundo não seguir o nosso país, iremos sozinhos. É patético!
Como se fosse uma candidata da oposição, afirma: “O Brasil é um país que tem demorado muito para modernizar seu Estado. Nós precisamos de um pais sem burocracia, de um Estado mais amigável tanto para os cidadãos quanto para os empresários, empreendedores e trabalhadores”.

É mesmo? O PT está no poder há 12 anos. A última iniciativa da soberana para modernizar o estado foi fazer um decreto que entrega a gestão da coisa pública a conselhos populares. Tenham paciência!

Por Reinaldo Azevedo

COISA DE LOUCO...OU DE CALENDÁRIOS...

CALENDÁRIO DE 2014 - VEJA O MÊS DE AGOSTO.
SOMENTE NO ANO DE 2837 ESTE FENÔMENO VOLTARÁ A SER REPETIDO.
POR CERTO QUE NESSA DATA, QUALQUER UM DE NÓS SERÁ UMA CURIOSIDADE ARQUEOLÓGICA.
OLHA QUE OS CHINESES, PARA ALÉM DE TRABALHADORES, DE TEREM OS OLHOS EM BICO E DE SEREM PROPRIETÁRIOS LÓGICOS DE TODAS AS LOJAS DE CHINESES ESPALHADAS PELO MUNDO, SÃO UM POVO DE UMA CULTURA MILENAR, DOMINAM O MUNDO, EM TERMOS FINANCEIROS. POR ISSO APROVEITA O ANO DA SORTE. ESTAMOS NELE...  
 

(ESTA SERÁ A ÚNICA VEZ QUE QUALQUER UM DE NÓS VERÁ ESTE FENÔMENO NA SUA VIDA)
Kalender augustus 2014 (COMEÇA NO DOMINGO)
  

Zon
Ma
Din
Woe
Don
Vrij
Zat
 
 
 
 
 
1 
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 


O mês de agosto de 2014 terá 5 sextas-feiras, 5 sábados e 5 domingos. Isto acontece somente uma vez a cada 823 anos. Os chineses chamam a isto de “BOLSO CHEIO DE DINHEIRO”.

            


É ESTA A RENOVAÇÃO DO NOSSO FUTEBOL...





























KKKKKKK....

SIM, PORQUÊ? (CARTA DE LEITORA DE O GLOBO)



E PRA QUÊ PLANOS? TÁ RICO...OU NÃO?


DA COLUNA DE RICARDO NOBLAT (O GLOBO): INCONGRUÊNCIAS DE LULA



19 julho 2014

UMA ORAÇÃO DO PAPA FRANCISCO



A ORAÇÃO DOS CINCO DEDOS
Já conhecia a oração dos cinco dedos? É muito famosa.
E o seu autor é o Papa Francisco, no tempo em que era bispo na Argentina. Lindíssima!
1 .DEDO POLEGAR: O dedo polegar é aquele que está mais próximo de ti.
Assim, começa a rezar por aqueles que estão mais unidos a ti.
São aqueles que mais facilmente recordamos.
Rezar pelos que amamos é uma "tarefa doce".
2. DEDO INDICADOR: O próximo dedo é o indicador: reza pelos que ensinam, instruem e curam. Para conduzirem os outros na direcção correcta, eles necessitam de apoio. Mantém-nos presentes na tua oração.
3. DEDO MÉDIO: O dedo seguinte é o mais alto: faz-nos recordar os nossos líderes, os governantes, aqueles que detêm a autoridade. Eles necessitam da direcção divina.
4. DEDO ANELAR: O próximo dedo é o do anel. Surpreendentemente, este é o nosso dedo mais débil. Lembra-nos o dever de rezarmos pelos fracos, doentes ou atormentados pelos problemas. Eles precisam das tuas orações.
5. DEDO PEQUENO: Finalmente, temos o dedo pequeno, o mais pequeno de todos. O mindinho deveria fazer-te recordar que deves rezar por ti mesmo. Depois de teres rezado pelos outros quatro grupos de pessoas, então as tuas próprias necessidades aparecerão numa perspectiva correcta e estarás preparado para rezar por ti mesmo, de modo mais adequado.

TEMPOS DE DELÍCIAS EM HOLLYWOOD

Para os amantes de Cinema, as 50 mais belas mulheres que povoaram nossos sonhos de ontem e de hoje! 

Depois de abrir, deixe a imagem trocar sozinha. O resultado é muito bonito, numa bela homenagem! http://youtube.googleapis.com/v/Q5XetQeFu-0&autoplay=1

E SE  VOCÊS NÃO CONHECERAM 
A MAIORIA DESTAS ARTISTAS, NÃO FIQUEM TRISTES...VOCÊS APENAS NASCERAM ANOS APÓS VERDADEIRA ERA SAGRADA E DOURADA 
DO CINEMA...CORRAM ÀS 
LOCADORAS PARA RECUPERAR 
O TEMPO PERDIDO. 




ABRAM OS OLHOS...



"O mundo não será salvo pelos caridosos, mas pelos eficientes."
Roberto Campos (1917 - 2001), economista, diplomata e político brasileiro.
 
 ENVIADO A VÁRIOS JORNAIS E REVISTAS
 
A festa acabou para os brasileiros que se vestem de patriotas a cada quatro anos. Espero que, agora, eles se juntem à maioria dos brasileiros que são patriotas todos os dias do ano sem precisar se envolver na bandeira nacional, aqueles que usam jaleco branco, aqueles que usam macacões de fábricas, aqueles que usam fardas, aqueles que cumprem as leis vigentes, aqueles que não tentam tirar vantagem em tudo, aqueles que não são gigolôs do governo, em suma aqueles que trabalham duro e pagam impostos.
 
Aproveitem a ressaca da derrota e deixem de lado por alguns dias o caderno de esportes; leiam o caderno de economia e vejam para onde está indo a nossa. Leiam o caderno de educação e avaliem o futuro do país. Leiam sobre a saúde pública e terão um belo roteiro para filme de terror. Leiam sobre a política e descubram que a cada dia surge um novo corrupto. Só não leiam sobre segurança, caso contrário você não mais sairá de casa.
 
Enfim, acordem: Deem menos crédito a essa imprensa esportiva comprometida com organismos internacionais e que não tem o menor respeito pela inteligência do cidadão, criando perspectivas onde não existem. Em outubro, ajudem aos brasileiros de boa fé por para fora do governo esses despreparados, corruptos e ladrões que tomaram conta do poder e estão destruindo o país. Além disso espero que assimilem bem a importante lição dada pelos alemães: o Brasil não é o país do futebol, já foi. O Brasil hoje é o país da corrupção institucionalizada. Obrigado Alemanha, pela grande ajuda dada ao povo brasileiro.
 
Humberto de Luna Freire Filho, médico

NOVO TÉCNICO DA SELEÇÃO 3ª FEIRA....

...EMBORA TODOS JÁ SAIBAMOS O ESCOLHIDO...PADRÃO FIFA

'TAL PAI TAL FILHO..." PORQUÊ SERÁ?


QUANTO SOFRIMENTO O DESTE CHINÊS...

Chinês que teve boca arrancada por lobo passa por cirurgia 56 anos depois
6

Do UOL, em São Paulo
Cirurgia de Xiuyou Wu, 65, vai reconstruir lábios usando músculos das pernas
  • HAP/Quirky China News/REX
    Cirurgia de Xiuyou Wu, 65, vai reconstruir lábios usando músculos das pernas
Um chinês que teve a boca arrancada por um lobo quando era criança vai passar por uma cirurgia corretiva 56 anos depois.
Xiuyou Wu, 65, da aldeia de Datang, região montanhosa da província de Guizhou, foi atacado pelo animal quando tinha 11 anos. Desde então só consegue se alimentar de líquidos, segundo o jornal  Daily Mail.
A aparência desfigurada o impediu de ir à escola, de ter um emprego e de se casar. Ele vive sozinho.
Segundo Chen Fei, o cirurgião que vai operar Wu, o idoso não tem boca e parte de sua mandíbula está fora de lugar.
"A cirurgia será um desafio, o maior que já tive nos últimos 15 anos", disse Chen Fei.
A cirurgia envolverá 20 médicos de áreas diferentes, vindos de diferentes partes do país.
"A cirurgia vai reconstruir os lábios superiores e inferiores e os músculos faciais em falta. Para isso, vamos levar dois retalhos de músculo de suas pernas, e transplantá-los em seu rosto", disse o cirurgião ao tabloide.
Após seis meses da cirurgia, Wu se submeterá a outra cirurgia para correção da arcada dentária, também afetada pelo ferimento.

18 julho 2014

É TUDO UMA GRANDE ILUSÃO. (OGLOBO)

DARIA CERTO AQUI NO BRASIL? HMMMM...

Enviado por Ricardo Noblat -

Não adiantaram os protestos em Londres, Paris, no mundo inteiro. Em Seattle, o serviço de carona pago foi considerado legal e está autorizado a funcionar. Outros lugares também se renderam. O que restou aos taxistas? Apostar no charme.
Motoristas de taxi de Seattle estão fazendo cursos de charme com instrutores de Gestão de Hospitalidade de uma faculdade local. É sério. Treinamento de 4 horas, sala cheia, professor respeitado. No currículo, como estabelecer relacionamento com clientes, como deixar uma boa impressão e como lidar com queixas de forma produtiva.
Atendimento ao cliente é o trunfo para compensar deficiências como conveniência e preço. Convenhamos que o serviço de táxi vai mal se não consegue se diferenciar em nenhum desses três aspectos. O que prova que estava mesmo na hora de aparecer concorrência.

Seattle taxi

A frota de táxi é limitada em Seattle. Um disque-táxi pode demorar mais de meia hora num horário de baixo movimento, mesmo numa área central de Seattle. Enquanto isso, serviços de carona paga como Uber ou Lyft apostam no tempo livre de motoristas independentes para ter uma base ampla com resposta rápida. Fiz o teste pelo aplicativo do celular e o carro chegou em dois minutos. Ok, deve ter sido sorte de principiante no serviço, mas ficou a primeira (boa) impressão.
Sobre conveniência e preço, nos novos serviços o valor é estimado por distância e pago automaticamente no fim da corrida através do cartão precadastrado na conta do cliente. Dá para pegar táxi sem ter dinheiro no bolso! A qualidade do serviço é garantida por uma ferramenta de classificação: clientes dão nota para os motoristas. Motoristas considerados ruins poderão ser afastados. Mas o contrário também vale: motoristas dão notas para os clientes. E cliente ruim pode ter a conta suspensa. Mais qualidade, mais satisfação para o cliente.
Se outras cidades enfrentam os mesmos problemas que Seattle, haja charme para salvar os táxis pelo mundo. 


Melissa de Andrade é jornalista com mestrado em Negócios Digitais no Reino Unido. Ama teatro, gérberas cor de laranja e seus três gatinhos. Atua como estrategista de Conteúdo e de Mídias Sociais em Seattle, de onde mantém o blog Preview e, às sextas, escreve para o Blog do Noblat.