SEGUIDORES

23 abril 2014

ANDRÉ VARGAS: UM PRODUTO DE SEU MEIO?



Blog do Josias de Souza

 

Com André Vargas, PT vive fase do pós-cinismo

Josias de Souza
O PT reedita no microcosmo partidário um debate antigo: o que prevalece na formação de um delinquente, a cultura ou a genética? As opiniões vão de um extremo ao outro. Há os que apostam na influência do ambiente e os que acham que o bandido nasce feito.
Nos casos que envolvem crimes cometidos por miseráveis, os especialistas ainda não conseguiram responder se a sociedade é responsável ou não. No caso do PT, não há dúvidas. Se há alguém que pode ser chamado de um produto do meio é o deputado André Vargas.
Vargas é um filho da cultura mensaleira, que admite usar todos os estratagemas ilegais para atingir os subterfúgios ilegítimos. O companheiro pode escorar sua defesa nas suas circunstâncias. A culpa é do PT, que o estimulou a ser o que é com todas as facilidades, a impunidade e a cumplicidade que assegurou aos filiados do mensalão.
Se a cúpula da legenda, condenada pelo STF e recolhida ao xilindró, não perdeu as regalias partidárias e o poder político, Vargas só podia esperar tolerância e incentivo de uma cultura política cada vez mais caracterizada pela amoralidade. Pilhado com a mão no bolso do doleiro Alberto Yossef, o mínimo que o companheiro merecia era que o PT sentisse remorso do que fez com ele e se apiedasse.
Deu-se, porém, o oposto. O PT adotou com André Vargas a política do mata-e-esfola. Ameaça expulsá-lo da legenda caso não renuncie ao mandato de deputado. Espremido nesta terça-feira (22) por Rui Falcão, presidente do PT federal, Vargas estufou o peito como uma segunda barriga e anunciou: “Não renuncio”.
Abespinhado, Falcão acusou Vargas de prejudicar com sua má reputação as campanhas de Dilma Rousseff ao Planalto, de Alexandre Padilha ao governo de São Paulo e de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná. Vargas deu de ombros. Natural. Se a história recente do PT ensinou alguma coisa é que nenhum companheiro paga pelo que fez. O amigo do doleiro cobra apenas respeito à tradição.
Ao condenar José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, o STF impusera ao PT um desafio. Afora a necessidade de reformular a lorota segundo a qual o mensalão é uma “farsa”, o partido fora convidado a decidir o que fazer com seu estatuto. Ou expulsava de seus quadros os sentenciados ou rasgava o documento.
As hipóteses em que a pena de expulsão deve ser aplicada estão listadas no artigo 231 do estatuto do PT. O item de número VII anota que o filiado será expurgado do partido quando houver “condenação por crime infamante ou por práticas administrativas ilícitas, com sentença transitada em julgado.”
Em 2005, quando o mensalão foi pendurado nas manchetes, Lula declarou-se “traído” e o PT expulsou o tesoureiro Delúbio. Em 2011, já na condição de ex-presidente, Lula esforçava-se para empinar a tese da “farsa” e Delúbio, à época ainda uma condenação esperando para acontecer, foi readmitido na legenda. Dirceu e Genoino jamais foram submetidos à Comissão de Ética partidária. Ao contrário, são celebrados como “guerreiros do povo brasileiro”.
Diferentemente da cúpula mensaleira, André Vargas ainda está solto. O STF ainda nem deliberou sobre o pedido da Procuradoria da República para que seja aberto um inquérito contra ele. É nessa condição que o deputado reivindica do PT o direito de se defender no Conselho de Ética da Câmara, por ora o único foro em que está sendo processado. E o PT, tomado de súbita intransigência: negativo, companheiro. Aos mensaleiros, tudo. Aos amigos de Youssef, os rigores do estatuto.
Louve-se a resistência de André Vargas. Sem nada que o redima, o lobista do doleiro ganhou nova serventia. Tornou-se uma denúncia de carne e osso do meio apodrecido que o produziu. O excesso de promiscuidade e a aliança do PT com o amoralismo produziram um Vargas. Ao ameaçá-lo de expulsão depois de ter servido refresco aos mensaleiros, o partido se desobriga de examinar suas próprias culpas. O petismo mergulhou numa fase nova. Vive a fase do pós-cinismo.

SIGAM O EXEMPLO DESTE HOMEM

RUMO AOS 30.000 COMPARTILHAMENTOS! O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA MERECE! CLIQUE NA FOTO E COMPARTILHE! VAMOS AJUDAR A MOSTRAR PARA O BRASIL QUEM AJUDOU A COLOCAR OS MENSALEIROS NA CADEIA!  #COMPARTILHEESSAIDEIA!

GRANDE RECEITA ELEITORAL:

SONETO DO AMOR E DA MORTE (JÚLIO MACHADO VAZ)

soneto do amor e da morte

quando eu morrer murmura esta canção
que escrevo para ti. quando eu morrer
fica junto de mim, não queiras ver
as aves pardas do anoitecer
a revoar na minha solidão.

quando eu morrer segura a minha mão,
põe os olhos nos meus se puder ser,
se inda neles a luz esmorecer,
e diz do nosso amor como se não

tivesse de acabar, sempre a doer,
sempre a doer de tanta perfeição
que ao deixar de bater-me o coração
fique por nós o teu inda a bater,
quando eu morrer segura a minha mão.


Vasco Graça Moura, in "Antologia dos Sessenta Anos"


ESTE EXCELENTE JOGADOR DO VASCO...

Ainda é cedo para prever se Everton Costa voltará ao futebol, diz médico
2

Bruno Braz
Do UOL,
  • Everton Costa, de preto, acena para os jornalistas antes de entrar em seu veículo e deixar o hospital
    Everton Costa, de preto, acena para os jornalistas antes de entrar em seu veículo e deixar o hospital

VEJA TAMBÉM

O atacante Everton Costa, do Vasco, venceu sua primeira batalha ao receber alta nesta terça-feira após seis dias internado por conta de uma miocardite (inflamação no coração). O jogador, porém, ainda precisará cumprir outras etapas para saber se poderá retornar a atuar profissionalmente no futebol.

Os médicos que estão cuidando do atleta ainda tratam a situação com cautela, embora haja uma grande dose de otimismo em sua plena recuperação.

"Ainda é cedo para dizer. O quadro de miocardia sempre preocupa, mas ele teve uma evolução bastante boa. A nossa expectativa é a de que ele se recupere totalmente e possa jogar futebol", informou o cardiologista Gustavo Gouvêa, contratado pelo Vasco para acompanhar o caso.

A miocardite de Everton Costa o fez ter convulsões durante a partida entre Vasco e Resende, no último dia 16, em São Januário, pela Copa do Brasil. O atacante agora fará uma consulta na semana que vem e, dentro de um mês, realizará uma nova ressonância magnética onde já se poderá ter um parâmetro de como será o futuro do jogador.

"Com um mês vamos ter um bom parâmetro para saber como ele vai evoluir dali para frente. Nessa área de miocardite, se na ressonância verificar que melhorou bastante, é muito grande a chance dele retomar a vida normal como atleta", disse Gouvêa.

Mesmo que após o exame fique constatada uma melhora significativa, Everton só poderá realizar atividades esportivas em seis meses.

Para Gustavo, que também é coordenador da Unidade Coronariana do Hospital São José, no Rio, a miocardite em atletas não chega a ser algo considerado comum, embora ocorra de uma forma muito maior do que muitos imaginam:

"Não é comum, mas é uma situação que se vê com alguma frequência. Às vezes um atleta passa mal em campo e, muitas das vezes, é uma miocardite e a gente nem sabe".

Após a realização da bateria de exames que o deixou apto a receber alta, os médicos tiveram que explicar detalhadamente para Everton Costa sua situação, pois o mesmo já se sentia em condições de exercer sua profissão novamente.

"Ele ficou satisfeito, muito feliz e quer voltar às atividades o quanto antes. É difícil para um atleta jovem, que não está sentindo nada, aceitar que ainda não pode jogar. É diferente de quando se opera um joelho ou coisa do tipo, por exemplo, que você sente uma restrição. Por ele, se sente bem para jogar agora. Mas ele compreendeu a importância de se ter o máximo de segurança para que depois possa voltar a jogar futebol plenamente", comentou Gouvêa.

Enquanto se prepara para o longo e rigoroso tratamento, Everton Costa recebe o apoio dos companheiros de Vasco.

"Ficamos meio surpresos. Não esperava a gravidade que foi. Ficamos um pouco tristes porque não sabemos o dia de amanhã. Aconteceu com ele e poderia acontecer com qualquer um. É uma perda grande. Espero que ele possa se recuperar o mais rápido possível porque ele faz muita falta para nós", declarou o lateral-direito André Rocha.

Everton tem contrato de empréstimo com o Vasco até o fim do ano, mas seu empresário já admitiu que pode prorroga-lo por mais uma temporada com o Cruzmaltino sem custos para o clube.

O ANTIGO E INGÊNUO HUMOR AMERICANO...

NA ORDEM:
SENHORA
SENHORITA
ENJEITADA...

LEMBRANDO ESTA NOSSA GRANDE (PERDA) ELIS REGINA

(PORTAL UOL)

RACIONAMENTO DE VACINAS? (JOSÉ CASADO - O GLOBO)












Impressionante como a Administração Pública é omissa em coisas importantes. E pior, ainda, que os cidadãos brasileiros estão pouco se lixando com relação a assuntos relevantes que estão tomando conta através do reflexo do que isso pode acarretar... Poucas são as pessoas que se dão ao trabalho de tomar conhecimento e divulgar fatos que estão levando os brasileiros a um futuro nada promissor. O artigo abaixo do José Casado que ontem (22/04/2014) foi matéria do jornal O GLOBO, no qual ele é colunista semanal, trata de um assunto alarmante da situação atual da saúde pública no Brasil. Enquanto isso o cantor sertanejo Cristiano Araújo, de 23 anos contratado pela Som Livre faz 22 shows por mês e tem 3,5 milhões de seguidores no Facebook (coluna de Ancelmo Gois - 23/04/2014). Essa é a dura realidade do país... Ninguém se preocupa com fatos importantes... Com relação ao assunto em pauta "QUEM VIVER VERÁ!!!"...
Política

Racionamento na Saúde

José Casado, O Globo
O Brasil conseguiu erradicar doenças como a varíola e a poliomielite com programas de vacinação realizados com êxito durante 40 anos.
Os bons resultados em planejamento, organização, método e continuidade garantiram ao Programa Nacional de Imunização um status de anomalia no caótico sistema brasileiro de saúde pública. Exemplo: a prevenção contra sarampo, difteria, tétano e coqueluche alcançou 98% da população exposta.
Agora, a desorganização que prevalece na rede de serviços públicos e drena recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) ameaça contaminar o programa de prevenção a doenças transmissíveis. O país enfrenta um racionamento inédito e dissimulado na distribuição de vacinas e soros a todos os estados.
Sete semanas atrás o Ministério da Saúde jogou a toalha: o governo “tem conseguido atender a distribuição de alguns (produtos) imunobiológicos com regularidade” — confessou a Secretaria de Vigilância em mensagem (Comunicado 59/2014) aos coordenadores estaduais do programa de imunização.
O governo federal centraliza o planejamento, organiza a produção, compra e distribui vacinas e soros. Os estados fazem a partilha aos municípios, que se encarregam da vacinação nos postos de saúde. Na emergência, adotou-se um sistema de cotas. Cidades médias que recebiam oito mil doses de vacina dupla para adultos, por exemplo, estão limitadas a 1.600 doses mensais.
Falhas nas compras e no planejamento de produção, nos últimos 24 meses, levaram ao desabastecimento de 16 tipos de imunizantes. Há casos como o do imunizante do sarampo, caxumba, rubéola e catapora, com possibilidade de recomposição de estoques a partir de maio. E outros, como antidifteria e antitetânica, com suprimento incerto para os próximos meses.
Sem estoques, o governo pediu ajuda à Organização Pan-Americana de Saúde. A Opas aceitou socorrer o Brasil, sem prazos garantidos. Diante da pressão crescente de estados e municípios, que há décadas mantêm uma rotina de vacinação em massa, o Ministério da Saúde adotou dois tipos de resposta-padrão: numa avisa que haverá distribuição “de forma gradativa” quando receber os produtos; em outra, prevê atender à procura “de forma fracionada”. Ou seja, o governo Dilma Rousseff ainda não sabe quando o racionamento de vacinas e soros vai acabar.
Existe um problema adicional: a Copa. O ministério não preparou uma campanha de esclarecimento e de vacinação contra a febre amarela para turistas nacionais e estrangeiros durante os jogos, embora há um ano tenha decidido (Portaria 1.498) que essa vacina é necessária a quem planeja viajar por 80% do território nacional durante o Mundial.
O país não tem registro de casos de febre amarela urbana, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mas em dezembro o Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis classificou mais de 3.100 cidades como “áreas com recomendação de vacina”. Incluiu no mapa cinco das 12 cidades-sede dos jogos: Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá e Manaus. Ninguém avisou os torcedores — e faltam apenas sete semanas para a abertura da Copa.

22 abril 2014

AQUI O CIDADÃO ENGOLIRIA DOZE SAPOS E NEM SENTIRIA NADA...


ATENÇÃO BOTAFOGUENSES ESTA NOTÍCIA INTERESSA...



Insatisfeito, Milan pode demitir Seedorf e já sonda substituto argentino

Holandês terá duelos duros pela frente e pode cair dependendo dos resultados. Mauricio Pochettino seria a bola da vez em Milão


Fonte: EFE / Arquivo


Contratado em janeiro, Clarence Seedorf pode nem terminar a temporada no comando doMilan. Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo publica nesta terça-feira (22), o clube está insatisfeito com os maus resultados na temporada e já entrou em contato com Mauricio Pochettino, que hoje é técnico do Southampton.

Apesar das atuais cinco vitórias consecutivas, que deixou o time na sexta colocação do Campeonato Italiano e com alguma esperança de classificação à Liga Europa, o holandês pode sair antes do final do torneio. Seu lugar seria tomado provisoriamente pelo também ex-jogadorFilippo Inzaghi, de 40 anos, hoje treinador do sub-20 rossonero.
Segundo a publicação, Seedorf está por um fio e, dependendo dos resultados dos próximos dois jogos – clássicos contra Roma e Internazionale –, pode ser demitido.
Único entrave na negociação com Pochettino, que já teve seu procurador assediado por agentes milanistas seria seu salário de € 1,5 milhão (cerca de R$ 4,6 milhões) por ano. O argentino, de 42 anos, foi zagueiro de times como o Newell’s Old Boys, o PSG e o Espanyol, equipe na qual começou a carreira de técnico e permaneceu por quatro temporadas. Ele está prestes a completar seu segundo ano no Southampton, deixando o clube na boa oitava posição da atual Premier League.

A CONVICÇÃO DO PALHAÇO

URNAS ELETRÔNICAS?  UM LUXO QUE
SÓ O BRASIL TEM...
VÊ SE OS OUTROS PAÍSES TÊM ESTE LUXO?
OS USA POR EXEMPLO...POVO ATRASADO, VOTO MANUAL, PODE?

NÃO, É QUE O DINHEIRO ( NOSSO) TÁ SOBRANDO...

Depois do Porto de Mariel em Cuba, o governo do PT financiará agora cerca de 80% de um novo porto que será construído no Uruguai.

DIEGO BEM QUE MERECERIA UMA ATENÇÃO...

Diego leva a melhor em duelo entre 'renegados' e 'queridinhos' de Felipão
2

Do UOL, em São Paulo
Ampliar

Atlético de Madri e Chelsea pelas semis da Liga dos Campeões42 fotos

40 / 42
22.abr.2014 - Diego e Diego Costa conversam após jogada do Atlético de Madri contra o Chelsea pela Liga dos Campeões EFE/Juanjo Martín

VEJA TAMBÉM

O duelo entre Atlético de Madri e Chelsea, pelas semifinais da Liga dos Campeões, que terminou empatado por 0 a 0, teve um duelo entre brasileiros praticamente garantidos na Copa do Mundo contra nomes com poucas chances na lista de Felipão. De um lado, Willian e David Luiz, que provavelmente estarão no Mundial no meio do ano. Do outro, Miranda e Diego.
No confronto entre os meias, o atleta do Atlético de Madri, que esteve em campo apenas 60 minutos, teve uma participação muito mais ativa que o jogador do Chelsea.
Segundo as estatísticas da Uefa, enquanto Diego deu 50 passes, com aproveitamento de 88% e seis chutes em direção ao gol, Willian só deu 27 passes, errando dez vezes, e não teve nenhuma finalização no jogo. O brasileiro do Chelsea ainda perdeu o dobro de bolas que o jogador do Atlético.
De acordo com números do jornal Marca, quando a comparação foi entre os zagueiros, Miranda e David Luiz, que jogou de volante na partida, tiveram números mais equilibrados. O atleta do Chelsea desarmou os adversários em seis oportunidades contra apenas duas vezes do brasileiro do Atlético.
Quando o assunto foi passe, Miranda superou David Luiz. O zagueiro do Atlético de Madri teve 80% de aproveitamento contra apenas 50% do titular de Felipão. Em distância percorrida, o jogador do Chelsea correu 8,8 km contra 7,1 km do atleta do time espanhol.

A PROFECIA SE REALIZOU

FUMANDO ESPERO...

...QUE CERTAMENTE VIRÁ
O ENFISEMA,
OU A BRONQUITE CRÔNICA,
OU O CÂNCER DE PULMÃO...
MEUS DENTES AMARELECERA,M...
MEU APETITE PERDEU-SE...
MEU CORPO E MEUS CABELOS FEDEM A NICOTINA,
MEUS DEDOS ESTÃO MANCHADOS
MAS O QUE IMPORTA?
É TÃO GOSTOSO FUMAR!...

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE....FUNCIONA DE VERDADE

Vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira

Ministério alterou faixa etária das crianças que devem tomar a vacina - foram incluídos meninos e meninas de até 5 anos (antes era até 2 anos)


SÃO PAULO - Começa nesta terça-feira, 22, e vai até o dia 9 de maio, em todo o País, a campanha de vacinação contra o vírus da gripe. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de um quarto da população brasileira, o equivalente a 49 milhões de pessoas, faz parte do público-alvo da campanha. A meta é vacinar 80% desse grupo.
Idosos, gestantes, indígenas e detentos também deverão ser vacinados - Divulgação
Divulgação
Idosos, gestantes, indígenas e detentos também deverão ser vacinados
Neste ano, o ministério alterou a faixa etária das crianças que devem tomar a vacina. Foram incluídos meninos e meninas de até 5 anos. Até o ano passado, somente as crianças de até os 2 anos podiam se vacinar. A idade inicial, de 6 meses, não foi alterada.
Além das crianças, deverão ser vacinados idosos a partir dos 60 anos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, trabalhadores da saúde, indígenas, detentos e funcionários do sistema prisional.
Também poderão se vacinar pacientes com os diversos tipos de doenças crônicas, entre elas diabete, hipertensão e asma. Nesses casos, a pessoa terá que apresentar declaração médica.
A vacina estará disponível em todos os postos de saúde do País. No próximo sábado, dia 26 de abril, será promovido o Dia de Mobilização Nacional, no qual os postos ficarão abertos excepcionalmente no sábado para atender a demanda. Na capital paulista, alguns shoppings e escolas também vão oferecer vacinação na data.